O amor pode ser medido? Claro! E ele cabe direitinho em um frasco de 10ml! Os portadores de leucemia e outras doenças no sangue só dependem disso: 10 ml do mais puro amor. Pense nisso!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Esclarecimentos sobre Medula Óssea!!! Importante!!!



Pessoal,


Hoje colocaremos um texto de um grande amigo da Liga, e deixamos aqui aberto o espaço para aqueles que queiram publicar algum artigo ou texto referente a medula óssea, leucemia, campanhas, tudo o que for relacionado a doenças do sangue em geral. É só enviar um e-mail para nós, ligadamedulaossea@gmail.com, vamos ler e publicaremos em nosso blog, para que todos possam tomar conhecimento. Vejamos o texto de hoje:


Mas afinal, o que é medula óssea?


É muito comum nas nossas campanhas termos que explicar que medula óssea é diferente de medula espinhal. Mas qual é a diferença? As duas não são medulas? SIM! Na verdade, ‘medula’ é como nos referimos a parte mais central dos órgãos e esses podem ser o cérebro, os rins, os ossos, etc. Na medula espinhal (parte interna da coluna vertebral) se encontram nervos que transmitem sinais nervosos a fim de enviar comandos à membros e órgãos. Não teria como fazer-mos um transplante de nervos e por isso nada tem a ver com a medula que nos interessa que é a ‘medula óssea’.

Como e do que é formado o sangue?


Nosso sangue é composto por 2 porções: o plasma sanguíneo (91,5% de água, 7% de proteínas e 1,5% de solutos não protéicos) e os elementos figurados, que são as células e os fragmentos celulares. 99% desses elementos figurados são glóbulos vermelhos (também chamados de hemácias ou eritrócitos) e o 1% restante é de leucócitos (ou glóbulos brancos).
O nome dado à formação dessas células é ‘hematopoiese’ e esta ocorre dentro dos nossos ossos, na famosa medula óssea. Dentro dos espaços microscópicos desse tecido esponjoso, existem células chamadas células-tronco pluripotentes e estas tem a capacidade de se desenvolver em vários tipos diferentes de células. Dependendo da necessidade do organismo, hormônios específicos estimulam as células-tronco pluripotentes a gerar dois outros tipos de células-tronco: as células-tronco mielóides e as células-tronco linfóides.
As duas irão gerar células maduras para o sangue, porém cada uma delas será responsável pela formação especifica de células. A mielóide irá formar quatro células de defesa: eosinófilos, basófilos, monócitos e neutrófilos enquanto a linfóide formará os linfócitos B e T. Cada uma dessas células terá uma importante função e por isso o seu desenvolvimento deverá ser perfeito.


E se não for perfeito?


Algumas doenças como as leucemias ocorrem exatamente nessa produção e maturação das células, pois há uma alteração genética adquirida (não congênita) e assim sua produção fica comprometida. O resultado desta alteração é um crescimento anormal dos glóbulos brancos que perdem suas funções, mas mantém sua capacidade de proliferação aumentando seu número no sangue periférico.

E as siglas?


Quando ouvimos dizer que o individuo está com ‘LLA’ ou ‘LMA’, nos referimos ao tipo de leucemia quanto à origem celular. As principais leucemias se dividem em ‘mielóide ou ‘linfóide’ e ainda apresentam-se na forma ‘aguda ou crônica’. A leucemia aguda é rapidamente progressiva, enquanto a forma crônica progride lentamente.


Por Bola. (Foto acima)

Maiores informações: jocelito.camargo@uol.com.br

1 comentários:

dra disse...

Bola ...

Parabéns pela iniciativa...

Beijossssssss

Related Posts with Thumbnails

Uma bolinha de sabão brilhando no céu!

Uma bolinha de sabão brilhando no céu!
Quando eu não mais existir,
Procure-me nas flores,
Eu serei o perfume daquela que você tocar.
Quando eu não mais existir,
Procura-me nas estrelas,
Eu estarei naquela que você olhar,
Quando eu não mais existir,
Procura-me nas noites frias,
Eu serei o orvalho que beija teus lábios,
Quando eu não mais existir,
Procura-me nos lagos,
Olhe e eu estarei na sua própria imagem para contemplá-lo,
Quando eu não mais existir,
Procura-me na escuridão da noite,
Eu serei o único raio de luz que como milagre surgirá para te iluminar,
Quando eu não mais existir,
Procura-me na chuva,
Para molhar teu rosto,
Quando eu não mais existir,
Procura-me nas bolinhas de sabão que surgirão nos céus,
E serei eu que vim até ti para fazer um carinho,
Quando eu não mais existir,
Procura-me no mar,
Eu serei as ondas que vem ao seu encontro para abraçar-te,
E para te dizer "estou aqui"
....Do seu lado...

Liga do bem... Faça parte você também!

;